Trabalho imaterial: Negri, Lazzarato e Hardt

Autores

  • Sérgio Lessa UFAL - Universidade Federal de Alagoas/Maceió - Alagoas

Palavras-chave:

Trabalho, trabalho imaterial, marxismo,

Resumo

Antonio Negri, Maurizio Lazzarato e Michael Hardt propõem, há pelo menos uma década e meia, uma nova teoria para a interpretação das transformações que vivenciamos. Segundo eles, hoje se afirmaria em sua plena potência um impulso histórico surgido com a passagem da Europa feudal ao período moderno, que é a "motivação" por uma "vivência ética" que se "faz amor para o tempo por se constituir". Tal tendência histórica, hoje, se consubstanciaria no "trabalho imaterial", uma reformulação completa e radical do trabalho e da produção. Este texto procura expor criticamente o núcleo duro da nova teoria proposta por esses autores.

Downloads

Publicado

14/11/2007

Edição

Seção

Artigos