Revista on line de Política e Gestão Educacional: Anúncios https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge <p>A criação de uma revista <em>on line</em> de <strong>Política e Gestão Educacional</strong> surge do interesse de professores do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras da UNESP/Araraquara e é, atualmente, também vinculada ao Departamento de Educação. Em seu primeiro momento, a revista tinha o intuito, pelas peculiaridades do momento, de ter uma periodicidade anual (isso ocorreu entre 2001 e 2003). A partir de 2007, a revista ganhou novo impulso com a organização do Grupo de Estudos Organizações Educacionais: processos de planejamento e gestão (GEOPLAGE), que assumiu, naquele momento, a responsabilidade por sua publicação. A preocupação fundamental dos responsáveis foi superar os problemas técnicos e, ainda dentro do antigo formato, reiniciar a publicação da revista, através de divulgação e solicitação de colaboradores.</p> pt-BR Sobre a RPGE - Informações, diretrizes, submissões: Chamada para o Dosisê: " Políticas Educacionais – Pensando o Ensino em Tempos de Crise" https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/announcement/view/109 <p><strong>Dossiê temático: </strong>Políticas Educacionais – Pensando o Ensino em Tempos de Crise</p> <p><strong>Prazo de submissão: até 15/04/2022 (não havrá prorrogação)</strong></p> <p><strong>Prazo de Publicação da edição: até 30/09/2022</strong></p> <p><strong>Orientações atualizadas: </strong>Prezados(as) autores(as), a submissão deverá seguir as normas de submissão da Revista online de Política e Gestão Educacional (Qualis A4 e indexada na Web of Science). A publicação será bilíngue, e os custos de tradução (português-inglês; espanhol para português e inglês), elaborados e revisados pela equipe serão por conta dos autores a serem pagos à equipe homologada da revista, tendo como gestão a revista e a Editora Ibero-Americana de Educação, conforme normas de subissão. Respeitar o limite de 150 palavras para o resumo, até 5 palavras-chave, até 18 páginas sem as referências. Máximo 3 autores, sendo um com titulação mínima de doutor. Para mestrandos e doutorandos, o orientador deverá ser coautor obirgatoriamente. Para artigos oriundos de dissertações e teses, somente até dois autores (orientando e orientador); todos devem ter link do ORCID; constar em cada artigo questões de ética da pesquisa bem como o percurso metodológico; artigos que possuam imagens devem possuir cessão de direitos de uso de imagem; validação pelo CEP – Comitê de Ética; Utilizar referências atuais, sendo no mínimo 50% dos últimos 5 anos, do ano a ser publicado o dossiê/artigos; </p> <p><strong>Informações: anderson.cruz@unesp.br - Editor Adjunto Executivo</strong></p> <p> </p> <p><strong>Ementa</strong><br />Este Dossiê volta-se para os estudos acerca das Políticas Educacionais no Brasil e no mundo em tempos de crise. Dessa forma, serão bem-vindas as produções científicas que as associem ao ensino, na Educação Básica e na Educação Superior, com base em diferentes abordagens epistemológicas e discursivas. Dentre os temas que contribuem ao dossiê, destacam-se: políticas educacionais para o ensino básico, políticas educacionais para o ensino superior; políticas de currículo em tempos de crise, o ensino e as práticas de (re)existência no Brasil e no mundo.</p> <p><br /><strong>Relevância da Temática</strong><br />Com a publicação crescente de documentos normativos na Educação Básica, dentre eles citamos a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), compreende-se que tem se intensificado os debates em diversos setores e instâncias da área de Educação sobre as políticas educacionais no País. Assim, a temática norteadora deste Dossiê se evidencia com relevância, uma vez que pretende aprofundar e contribuir com pesquisas que se norteiam para a compreensão, reflexão e análise crítica a respeito de diferentes cenários que envolvem as Políticas Educacionais no Brasil e no mundo, com ênfase para os seus desdobramentos no ensino básico e no ensino superior.</p> <p><strong>Organizadores/as:</strong></p> <p><strong>Emerson Augusto de Medeiros</strong> – Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Mossoró – RN – Brasil. Professor Adjunto do Departamento de Ciências Humanas e Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (POSENSINO/UERN/UFERSA/IFRN). Doutor em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (UECE). E-mail: emerson.medeiros@ufersa.edu.br</p> <p><strong>Jean Mac Cole Tavares Santos</strong> – – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Mossoró – RN – Brasil. Professor Adjunto do Departamento de Educação e Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (POSENSINO/UERN/UFERSA/IFRN). Doutor em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Realizou Estágio Pós-Doutoral pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. É Líder do Grupo de Pesquisa Contexto e Educação (UERN/CNPq). Lattes: http://lattes.cnpq.br/4363681764477044. ORCID: https://orcid.org/ 0000-0001-7800-8350. E-mail: maccolle@hotmail.com.</p> <p><strong>Elcimar Simão Martins</strong> – Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), Redenção – CE – Brasil. Professor Adjunto do Instituto de Ciências Exatas e da Natureza e Docente Permanente do Mestrado Acadêmico em Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis (MASTS-UNILAB), Vice coordenador do Programa Associado de Pós-Graduação em Ensino e Formação Docente (PPGEF UNILAB-IFCE), Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE-UECE). Doutor em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Ceará (UECE). E-mail: elcimar@unilab.edu.br </p> <p> </p> Revista on line de Política e Gestão Educacional 2022-02-23 Chamada dossiê: Formação de Professores: inclusão, interculturalidade e inovação pedagógica em foco https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/announcement/view/101 <p><strong>Dossiê tem´ático</strong>: Formação de Professores: inclusão, interculturalidade e inovação pedagógica em foco</p> <p><strong>Organizadores</strong>: Profª Drª Mirlene Ferreira Macedo Damázio - UFGD/Brasil, Profª Drª Aleida Patricia Monteiro Furtado - UCV/Cabo Verde e Profª Drª Rejane Maria Gomes da Silva - UVA/Brasil.</p> <p><strong>Prazo de submissão</strong>: 30/12/2021 </p> <p><strong>Prazo de publicação</strong>: a´té 30/06/2021</p> <p>A submissão deverá ocorrer via plataforma: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/index</p> <p>Ao submeter pela plataforma da revista, o(s) autor(es) concordam com as Normas e Diretrizes da RPGE. Link de acesso às normas: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/about/submissions</p> <p><strong>Nos comentários ao Editor – Descrever o nome do Dossiê.</strong></p> <p> </p> <p><strong>Ementa:</strong></p> <p>A formação de professores seja a formação inicial e continuada, em níveis de ensino e modalidades da educação brasileira tem sido questionado os seus resultados. Neste sentido, pensar a formação de professores diante dessa realidade atual, respeitando as singularidades, deve ser o objetivo das instituições privadas, públicas e seus gestores.</p> <p>Para colaborarmos com a formação de professores em uma abordagem inicial e continuada, bem como repensar e buscar avanços necessários de serem instaurados nesse processo, é vital redimensionar o olhar, buscando inovadoras formas de compreender a epistemologia dos saberes que fundamentam essa construção, envolvendo as várias ciências que compreendem o mundo, o homem, o conhecimento, a sociedade, a educação, o ensino aprendizagem, em síntese o mundo do trabalho docente.</p> <p>Reconhecendo que existe uma rede de saberes entre as ciências, torna-se necessário construir pontes entre as ciências para fundamentar esse exercício profissional, neste sentido entra a pesquisa científica. Construir as pontes a partir da pesquisa científica é buscar possíveis soluções aos problemas que emergem e trazer para o lócus da formação inicial e continuada possibilidades contextualizadas com a realidade circundante, considerando a diversidade existentes para esse exercício profissional.</p> <p>Diante do exposto, um processo de formação deve objetivar não apenas as interações dos métodos, dos sentidos que registram os dados observáveis e que os ordenam em esquemas, mas sim criar novos ambientes de aprendizagens, privilegiando uma formação dimensionada, ampliada e cheia de invocações, contemplando as exigências contemporâneas. Nessa perspectiva, a compreensão é complexa, abrange várias interpretações científicas e isso nos leva a pensar o processo formador de maneira subjetiva e objetiva, em que se tenha a visão do todo e do conhecimento plural.</p> <p>A partir do exposto, buscaremos neste dossiê uma publicação científica, capaz de contribuir com a temática - Formação de Professores: inclusão, interculturalidade e inovação pedagógica em foco, visando organizar trabalhos com essa temática nas pesquisas em universidades nacionais e internacionais. A temática é muito importante visando e ampliará os olhares sobre a formação inicial e continuada de professores. A partir desse contexto surgem as contribuições de nossa publicação.</p> <p> </p> <p><strong>Informações adicionais</strong> - atualizadas: Todos devem ter link do ORCID; artigos com no máximo 18 laudas, sem as referências – resumo com 150 palavras – título com até 18 palavras; constar em cada artigo questões de ética da pesquisa bem como o percurso metodológico; artigos que possuam imagens devem possuir cessão de direitos de uso de imagem; validação pelo CEP – Comitê de Ética; Utilizar referências atuais, sendo no mínimo 50% dos últimos 5 anos, do ano a ser publicado o dossiê/artigos; Os custos de tradução (português-espanhol-inglês), elaborados e revisados pela equipe serão por conta dos autores a serem pagos à equipe homologada da revista, tendo como gestão a revista e a Editora Ibero-Americana de Educação.</p> <p><strong>Contato Editor Adjunto Executivo</strong>: anderson.cruz@unesp.br</p> <p> </p> <p> </p> <p> </p> Revista on line de Política e Gestão Educacional 2021-10-28 Sobre a RPGE - Informações, diretrizes, submissões: Editorial, v. 25, n. 1, jan./abr., 2021: Comunicação e Divulgação Científica, um ato de Política Pública https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/announcement/view/85 <p> </p> <p>Editorial Team</p> Revista on line de Política e Gestão Educacional 2021-04-16