Revista Sem Aspas https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas <p>A <strong>Revista Sem Aspas <em>(Sem Aspas Journal) </em></strong>é uma importante iniciativa dos discentes e docentes do curso de Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras (UNESP, campus de Araraquara). A sua primeira publicação impressa foi divulgada no primeiro semestre de 2012. Em 2017, a sua publicação tornou-se periódica eletrônica online ao ingressar na Plataforma SEER/OJS.</p> <p>A revista é publicada semestralmente com os lançamentos das edições previstos para junho e dezembro. Nessa revista, são valorizados os trabalhos acadêmicos nas disciplinas ministradas, na iniciação científica, nos trabalhos de conclusão de curso e nos programas de pós-graduação.</p> <p>A <strong>Revista Sem Aspas</strong> é espaço primordial para a divulgação dos trabalhos de graduação e pós-graduação da Faculdade de Ciências e Letras e de outras instituições de ensino superior nacional e internacional. O Conselho Editorial e Científico da revista aceita para avaliação trabalhos oriundos de pesquisas efetivadas no âmbito da Antropologia, Ciência Política e Sociologia. Os artigos sobre cultura e educação, entre outros, devem estar relacionados a uma daquelas três áreas tronco das Ciências Sociais.</p> <p>É contínuo o fluxo de avaliação dos artigos enviados à revista. O periódico está indexado nas bases de dados <em>Google Scholar</em>, <em>Livre (Periódicos de Livre Acesso)</em>, <em>Diadorim</em>,<em> JURN</em>, <em> Sumários.org</em>,<em> Portal de Periódicos CAPES</em>, <em>BASE (Bielefeld Academic Search Engine)</em>, <em>LATINDEX </em>e <em>ClustrMaps</em>. <em> </em>É filiado à <em>Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC)</em><em> </em>e identificado pelo prefixo DOI (Digital Object Identifier).</p> <p>Em 2021, a <strong>Revista Sem Aspas </strong>é periódico de Publicação Contínua.</p> pt-BR Os manuscritos aceitos e publicados são de propriedade da <em><strong>Sem Aspas</strong></em>. Os artigos publicados e as referências citadas na revista <em><strong>Sem Aspas</strong></em> são de inteira responsabilidade de seus autores. semaspas2017fclar@gmail.com (Carlos Henrique Gileno) andersoncruz.unesp@gmail.com (José Anderson Santos Cruz) Wed, 30 Jun 2021 00:00:00 -0300 OJS 3.3.0.3 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 A internet poderia prometer honras a um príncipe novo? Donald Trump e a pandemia de COVID-19 nos Estados Unidos https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/14630 <p>Em março de 2020 a Organização Mundial da Saúde decretou o estado de Pandemia pela disseminação do novo Coronavírus Sars-Cov-2, causador da doença Covid-19. As respostas de cada Estado foram diferentes, sendo que nos Estados Unidos, Donald Trump optou por seguir as características que o elegeram, como o negacionismo e a divulgação de Fake News pela internet, impactando nas atitudes da população e levando o país a um elevado número de mortos pela doença. Nesse artigo analisaremos brevemente a eleição de Trump e a gestão da pandemia por seu governo, lançando mão dos conceitos de virtù e fortuna de Maquiavel para tecer nossas análises.</p> Júlia Volpato Moutropoulos, Vinícius de Souza Sturari Copyright (c) 2021 Revista Sem Aspas https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/14630 Wed, 30 Jun 2021 00:00:00 -0300 A contabilidade como um sistema complexo nas organizações: uma necessidade contra-hegemônica https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/14552 <p>As práticas colonialistas-modernistas dos especialistas em Contabilidade são subordinadas a anti-humanas, na maioria das vezes, predatórias do planeta-terra e antiéticas; da qual é urgente indisciplinar a Contabilidade tradicional, seu reducionismo. Com o projeto transmodernista e transcomplex do transparadigma, a pesquisa transmetódica foi realizada com desconstrução rizomática, atendendo ao complexo objetivo de analisar a Contabilidade como um sistema complexo nas organizações como uma necessidade contra-hegemônica. Nos rizomas reconstrutivos, da desvinculação da descolonialidade e dos sistemas hegemônicos para uma re-vinculação inclusiva e descolonial, a Contabilidade com grupos transdisciplinares, indisciplina seus próprios estatutos; ela se renova para ganhar uma nova força: novos caminhos complexos, transdisciplinares, ecossóficos e antropolíticos abertos para realizar uma tarefa humana que não está dando as costas à humanidade, tornando-a urgente para se civilizar.</p> Milagros Elena Rodríguez Copyright (c) 2021 Revista Sem Aspas https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/14552 Wed, 30 Jun 2021 00:00:00 -0300 Aceleração social na modernidade tardia: a estrutura psicopatológica da alienação segundo a reflexão sociológico-filosófica de Hartmut Rosa https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/15171 <p style="margin: 0cm; text-align: justify;">A partir dos trabalhos intelectuais do sociólogo alemão Hartmut Rosa, o presente artigo busca expor o problema geral da aceleração social junto aos seus nexos com a modernidade, bem como identificar os diagnósticos da experiência do tempo na modernidade tardia e as “patologias da aceleração”. O presente artigo tem a finalidade de analisar as consequências sociais características das sociedades altamente tecnológicas, as transformações sobre os modos de existência, que remontam à questão do mal-estar gerado pela escassez subjetiva de recursos temporais, pelo ritmo vertiginosamente acelerado dos processos sociais e tecnológicos e pelo imperativo da aceleração no tempo presente, dando centralidade à estrutura psicopatológica da alienação segundo a reflexão sociológico-filosófica de Rosa. </p> Jonas Ferreira de Castro Neto Copyright (c) 2021 Revista Sem Aspas https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/15171 Wed, 30 Jun 2021 00:00:00 -0300 John Constantine e a questão homoafetiva: uma análise sobre representações LGBTI+ em quadrinhos de super-heróis e animações infanto-juvenis https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/14543 <p>O presente artigo é uma análise das representações LGBTI+ em revistas de super-heróis e animações. Abordaremos mais a personagem da DC Comics John Constantine, bissexual, por ele ser um herói de uma grande editora, aparecendo junto ao Batman, Superman etc. Nossa metodologia é qualitativa, se pautando em uma análise inicial do campo de estudos e na sequência em uma análise mais aprofundada da própria personagem Constantine. Possuímos um aporte teórico que envolve, entre outros autores: Michel Foucault, Sarane Alexandrian e Dandara Cruz. Nossas conclusões envolvem ver como realmente houve uma mudança profunda ao longo do tempo, do fim do século XX ao começo do século XXI. Se antes esse tipo de questão não podia ser tão abordada, ou não podia ser abordada explicitamente, hoje há uma abertura maior para representações de personagens LGBTI+.</p> Mário Jorge de Paiva Copyright (c) 2021 Revista Sem Aspas https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/14543 Wed, 30 Jun 2021 00:00:00 -0300 O povo Ticuna sob uma perspectiva histórica: de suas origens mitológicas à perda de sua identidade https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/15163 <p>Os povos indígenas têm se mantido únicos devido às suas estratégias sociais e culturais, e as atividades educacionais são uma delas. A educação realizada pelos povos indígenas permite que eles continuem a sobreviver e evitem que sua cultura seja transmitida de geração em geração. O povo Ticuna teve longa trajetória no decorrer de sua história, ora marcada pela profunda estabilidade (das origens mitológicas ao primeiro contato com o povo não-indígena), ora marcada por uma profunda violência simbólica e física que ocasionou na perda e da negação de certos aspectos indenitários (a partir do primeiro contato). Veremos algumas das consequências desse contato, que por vezes permanecem até os dias atuais.</p> Eli Leão Catachunga, Rosana Maria Pires Barbato Schwartz, Renan Antônio da Silva Copyright (c) 2021 Revista Sem Aspas https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/15163 Wed, 30 Jun 2021 00:00:00 -0300 Religiosidade no século XXI: misticismo, ateísmo ou indiferença https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/15330 <p>No presente artigo propomo-nos abordar a problemática das perceções de religiosidade na comunidade leiga e a indiferença religiosa, bem como questionar qual o papel da Igreja na renovação ou manutenção da fé visando compreender qual a profundidade do relativismo religioso na comunidade. Partindo de estudos prévios e fundamentados com bibliografia da especialidade, seguiremos para um estudo de campo realizado através de inquérito, visando confirmar as tendências descritas na literatura publicada. Conclui-se que a existência de um indiferentismo religioso na comunidade não se confirma no estudo de campo, mas sim de um catolicismo acomodado e apenas de fachada, que adopta aquilo que lhe convém e rejeita aquilo que é dificil, desagradável ou trabalhoso, nomeadamente o cumprimento de certos preceitos religiosos.</p> Ricardo Capella Martins Copyright (c) 2021 Revista Sem Aspas https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/15330 Wed, 30 Jun 2021 00:00:00 -0300 O surgimento do moderno príncipe neopentecostal a partir da defasagem dos partidos políticos como forma de organização coletiva https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/14006 As experiências exitosas no século XX de combinação entre capitalismo e democraia permitia confirmar o diagnóstico de Gramsci a partir da releitura de Maquiavel: os partidos políticos seriam capazes de realizar uma determinada organização cultural e societária. No entanto, no caso brasileiro, tais organizações aparecem com maior vigor na vida pública pós abertura democrática, situado em um ambiente global de uma diminuta atuação destas associações. Tendo em vista a perda desse espaço de atuação, o presente trabalho aborda a ação do neopentecostalismo na reconfiguração do moderno príncipe, realizando uma determinada vontade coletiva e reatualizando o cenário político institucional. Renan Augusto Carvalho Copyright (c) 2021 Revista Sem Aspas https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/14006 Wed, 30 Jun 2021 00:00:00 -0300 O “lugar” do liberalismo no Brasil do século XIX https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/15186 <p>O “lugar” do liberalismo no Brasil do século XIX é alvo de grandes debates na filosofia política (RICUPERO, 2007). Assim, temos como objetivo mapear esse debate e fornecer uma síntese dessas posições. Para isso, faremos, primeiro, um retorno ao contexto de surgimento do liberalismo na Inglaterra e, posteriormente, avançaremos para seus princípios filosóficos em John Locke. Em seguida, demonstraremos como esses princípios filosóficos foram interpretados no Brasil em três posições: primeiro como “ideia fora do lugar” (SCHWARZ, 2000; NOGUEIRA, 1976), segundo como “uma ideia tende a encontrar seu lugar” (COUTINHO, 2000) e terceiro como uma “ideia que está em seu devido lugar” (FRANCO, 1976; BOSI, 2010).</p> Lucas Flôres Vasques Copyright (c) 2021 Revista Sem Aspas https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/15186 Wed, 30 Jun 2021 00:00:00 -0300 O Cabo, o Capitão e o Capital https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/15345 Aluizio Alves Filho Copyright (c) 2021 Revista Sem Aspas https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/15345 Wed, 30 Jun 2021 00:00:00 -0300