O modelo multidimensional de análise argumentativa: uma introdução

Autores

  • Paulo Roberto Gonçalves-Segundo Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, São Paulo - SP - Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-e11666

Palavras-chave:

Argumentação, Discurso, Cognição, Linguagem, Multidimensionalidade, Multidisciplinaridade,

Resumo

Nosso objetivo, neste artigo, é discutir um modelo multidimensional de análise que considere a ancoragem discursiva, cognitiva e multimodal da atividade argumentativa. Em primeiro lugar, apresentamos sucintamente as principais premissas teóricas de tal abordagem, partindo de uma perspectiva multidisciplinar. Em segundo lugar, por meio de um diálogo com diferentes tradições dos estudos argumentativos, introduzimos as cinco dimensões que consideramos relevantes para uma análise holística das práticas argumentativas – a configuração funcional, a macroestrutura, a esquematização, a ancoragem socioafetiva e a orientação argumentativa. Por fim, ilustramos o funcionamento do modelo por meio de uma análise multidimensional de um movimento argumentativo extraído de uma entrevista televisiva com um político brasileiro em contexto de campanha eleitoral.

Biografia do Autor

Paulo Roberto Gonçalves-Segundo, Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, São Paulo - SP - Brasil.

Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas

Programa de Filologia e Língua Portuguesa

Publicado

13/04/2020

Edição

Seção

Artigos Originais