Singularidades na sintaxe do português brasileiro escrito na região nordeste nos séculos XIX e XX

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-e12362

Palavras-chave:

diacrônica, pronome você, dativos de segunda pessoa, clíticos, nordeste

Resumo

No campo disciplinar da sintaxe diacrônica, apresento neste artigo um mapeamento diatópico-diacrônico de resultados de diferentes estudos de três fenômenos morfossintáticos do português escrito no Brasil dos séculos XIX e XX: a implementação do pronome você na função de sujeito; a expressão do complemento dativo com referência à segunda pessoa do singular; e a sintaxe de colocação e posição dos pronomes pessoais clíticos em sentenças finitas simples e em predicados complexos. Esse mapeamento diatópico-diacrônico me permite trazer à tona argumentos a favor da hipótese de que, no vasto território brasileiro oitocentista e novecentista, as formas inovadoras da gramática do Português Brasileiro são implementadas com mais expressividade, já na escrita do final do século XIX, primeiro na região Nordeste quando comparada às regiões Sudeste e Sul. Na escrita do século XIX, no Nordeste brasileiro, há reflexos de um sistema já implementado (1) com o pronome você na função de sujeito, (2) com o pronome lhe como forma de complemento dativo com referência à segunda pessoa do singular, com um aumento expressivo das formas preposicionadas (a/para + te/tu/você), e (3) com um sistema de clíticos com poucos casos de interpolação e contração de pronomes e formas inovadoras sem alçamento em complexos verbais e com próclise em posição inicial do período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marco Antonio Rocha Martins, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Florianópolis – SC - Brasil.

É doutor e mestre em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina, com estágio de doutorado no Centro de Linguística da Universidade Nova de Lisboa. É pesquisador PQ-2 do CNPq; professor Adjunto IV da Universidade Federal de Santa Catarina onde atua como professor permanente no Programa de Pós-Graduação em Linguística. Foi presidente do Grupo de Estudos Linguísticos do Nordeste – GELNE (biênios 2010-2012 e 2012-2014) e vice-presidente da Associação Brasileira de Linguística – ABRALIN (biênio 2011-2013).

Publicado

26/08/2021

Como Citar

MARTINS, M. A. R. Singularidades na sintaxe do português brasileiro escrito na região nordeste nos séculos XIX e XX. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 65, 2021. DOI: 10.1590/1981-5794-e12362. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/12362. Acesso em: 19 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos Originais