A questão de escolha linguística em ambientes domésticos num contexto multilingue de Moçambique

Autores

  • Lourenço Mateus Lindonde Universidade Púnguè (UniPungue), Faculdade de Letras, Ciências Sociais e Humanidades. Cidade de Chimoio - Moçambique https://orcid.org/0000-0001-5907-1119

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-e12448

Palavras-chave:

Multilinguismo, Montepuez, Escolha linguística, Ambiente caseiro

Resumo

O presente estudo examinou os padrões de escolhas linguísticas em ambientes domésticos de Montepuez, Moçambique, apoiando-se em abordagens sociolinguísticas que tratam da seleção linguística em contextos multilingues, nomeadamente as noções da diglossia e domínio. Os dados foram recolhidos através de um inquérito. O estudo observou que as várias línguas são usadas em ambientes caseiros, com maior predominância o Português e o Emakhuwa, sendo nula a relação entre a formalidade e a informalidade da situação. Assim, no ambiente caseiro a tendência é o uso das línguas maternas, que incluem o Português. Do ponto de vista teórico, o estudo concluiu que nenhuma abordagem é bastante e suficientemente forte para explicar o fenómeno da escolha linguística na totalidade, apelando para uma abordagem mais integrada, De facto, observou-se que o contexto real de comunicação é construído à medida que se faz a interação, pois se considera um processo negocial, que ocorre durante e não antes ou depois do ato comunicativo. Propõe-se estudos sobre escolhas linguísticas em outros espaços territoriais da província de Cabo Delgado, incluindo estudos subordinados a atitudes linguísticas com vista ao alargamento da informação relativa aos fatores que influenciam os usos linguísticos tanto em Montepuez quanto em outras regiões da província.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lourenço Mateus Lindonde, Universidade Púnguè (UniPungue), Faculdade de Letras, Ciências Sociais e Humanidades. Cidade de Chimoio - Moçambique

Doutor em Linguistica pela Faculdade de Letras e Ciencias Sociais da Universidade Eduardo Mondlane. Actualmente desempenha funcoes de Director da Universidade Pedagogica, Delegacao de Tete. Possui um livro publicado sobre as relativas obliquas de locativo no portugues de Mocambique, para alem de artigos publicados.

Publicado

03/05/2021

Como Citar

LINDONDE, L. M. A questão de escolha linguística em ambientes domésticos num contexto multilingue de Moçambique. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 65, 2021. DOI: 10.1590/1981-5794-e12448. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/12448. Acesso em: 1 ago. 2021.

Edição

Seção

Artigos Originais