Contribuições para o estudo da figuratividade em textos de Ignacio Assis Silva

Autores

  • Flavia Karla Ribeiro Santos Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (UNESP). Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Araraquara - SP - Brasil. https://orcid.org/0000-0002-9393-2346
  • Jean Cristtus Portela Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras (FCL), Araraquara, SP, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-4070-1149

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-e13198

Palavras-chave:

figuratividade, história das ideias semióticas, historiografia linguística, Ignacio Assis Silva, semiótica discursiva

Resumo

Visamos, neste trabalho, examinar a contribuição do semioticista brasileiro Ignacio Assis Silva (1937-2000) sobre o conceito de figuratividade, responsável pela construção do sentido através da articulação de simulacros do mundo natural com as dimensões tímica e sensível, acompanhando as transformações sofridas pelo conceito no interior da teoria. Objeto de estudo dos participantes dos Seminários de Semântica Geral nos anos 1970, o conceito atinge o auge investigativo na década seguinte, continuando a intrigar os semioticistas nos anos 1990, a exemplo de Silva, cuja pesquisa culmina na tese de livre-docência (1992) convertida na obra Figurativização e metamorfose: o mito de Narciso (1995). Com um córpus constituído de publicações de Silva, coletamos, inventariamos, interpretamos e analisamos os dados obtidos nesta investigação auxiliados por elementos da metodologia da Historiografia Linguística desenvolvida por Konrad Koerner (1996) e Pierre Swiggers (2009), que busca descrever e explicar a produção e o desenvolvimento do conhecimento linguístico dentro de um contexto sócio-histórico de determinada cultura. Concorrendo para a compreensão e a explicitação das contribuições brasileiras à Semiótica Discursiva, a metodologia da HL possibilitou-nos abordar os diferentes modos de Silva pensar a figuratividade, estabelecendo em que medida tais fatos teóricos colaboraram com o avanço dos estudos semióticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flavia Karla Ribeiro Santos, Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (UNESP). Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Araraquara - SP - Brasil.

Doutoranda pelo Programa de Linguística e Língua Portuguesa da Faculdade de Ciências e Letras (FCL), câmpus de Araraquara, da Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (UNESP), com bolsa CAPES. Mestra em Linguística pela Universidade de Franca – Unifran (SP), também com bolsa CAPES.

Jean Cristtus Portela, Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras (FCL), Araraquara, SP, Brasil.

Professor do Departamento de Linguística e do Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa da Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (UNESP) - Faculdade de Ciências e Letras da Unesp, câmpus de Araraquara (SP). Pesquisador Nível 2 do CNPq.

Publicado

28/10/2021

Como Citar

SANTOS, F. K. R.; PORTELA, J. C. Contribuições para o estudo da figuratividade em textos de Ignacio Assis Silva. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 65, 2021. DOI: 10.1590/1981-5794-e13198. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/13198. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos Originais