Lembranças de um percurso acadêmico

uma análise semiótica da construção do ator da enunciação dos memoriais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-e13241

Palavras-chave:

memorial acadêmico, ator da enunciação, semiótica discursiva

Resumo

O memorial acadêmico parece ser um objeto privilegiado para o exame de simulacros e valores relacionados aos modos de atuação no meio acadêmico brasileiro. Ao escrevê-lo, o professor-pesquisador reelabora seu percurso profissional e intelectual como resposta a uma exigência institucional, uma vez que, no Brasil, muitos concursos que fazem parte da carreira universitária solicitam a elaboração de um memorial acadêmico. Tendo isso em vista, estabelecemos como objetivo deste trabalho analisar a produção da imagem do enunciador-candidato dos memoriais, a partir das propostas de Discini (2003, 2015) e de Fiorin (2004, 2015), desenvolvidas para o tratamento do ator da enunciação no âmbito da semiótica de base greimasiana. Exemplares de diferentes áreas e faculdades da Universidade de São Paulo são comparados, o que permite a verificação de suas diferenças e de suas semelhanças quanto ao emprego de procedimentos textuais e discursivos na construção do ator da enunciação. Como resultado, depreendemos a imagem de um professor-pesquisador arrojado, inovador, competitivo e cooperativo nos memoriais das Biológicas e de um professor-pesquisador crítico, criativo e levemente desviante nos memoriais das Humanidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Luz Pessoa de Barros, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). São Carlos – SP, Brasil.

Possui bacharelado e licenciatura em Língua Portuguesa (USP), mestrado (2006) e doutorado (2011) em Semiótica e Linguística Geral (USP) e Pós-Doutorado em Linguística (2016), pela USP. Realizou estágio de doutorado-sanduíche na Université Paris 8, sob supervisão do Prof. Dr. Denis Bertrand, no ano de 2010. Atuou como professora de língua portuguesa no Ensino Fundamental II e no Ensino Médio (ensino regular e EJA). Foi coordenadora do Fórum de Atualização em Pesquisas Semióticas (FAPS Ges-Usp) e coeditora da Revista Estudos Semióticos (USP). Atualmente, é professora adjunta do Departamento de Letras da Universidade Federal de São Carlos, vice-presidente do Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo (2019-2021) e líder do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Semiótica (UFSCar). Suas pesquisas envolvem os seguintes temas: linguística, estudos do texto e do discurso, semiótica, autobiografia, memória, tempo, ensino de língua portuguesa.

Publicado

01/09/2021

Como Citar

BARROS, M. L. P. de. Lembranças de um percurso acadêmico: uma análise semiótica da construção do ator da enunciação dos memoriais. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 65, 2021. DOI: 10.1590/1981-5794-e13241. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/13241. Acesso em: 19 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos Originais