Percepção de gênero por meio de características acústicas da fala e variabilidade do pitch

Autores

  • Eduardo Barbuio Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Recife – PE - Brasil.
  • Suzana Ferreira Paulino Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Recife – PE - Brasil. https://orcid.org/0000-0002-9488-8455

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-e13450

Palavras-chave:

sociolinguística, variação linguística, percepção linguística, fonologia, fala gay

Resumo

A pesquisa objetivou analisar a percepção de gênero foneticamente, pela variabilidade do pitch, na fala de 14 homens, 7 que se autodeclararam gays e 7 autodeclarados heterossexuais. Os áudios foram submetidos a testes de percepção e julgados por ouvintes juízes leigos. Utilizaram-se os pressupostos teóricos da Sociolinguística Variacionista de Labov (2008 [1972]) e Eckert (1989, 1997, 2000, 2003, 2005, 2012; ECKERT; MCCONNELL-GINET, 2010), e testes de percepção da fala realizados por Gaudio (1994); Smyth, Jacobs e Rogers (2003); Levon (2007); Campbell-Kibler (2011); entre outros. Médias maiores de variabilidade do pitch dos informantes gays foram verificadas. Na maioria dos aspectos, as médias dos informantes homossexuais da pesquisa, aproximaram-se mais das médias dos informantes gays participantes das pesquisas em língua inglesa que das médias apresentadas por nossos informantes heterossexuais. Assim, devido às semelhanças encontradas nos resultados de algumas pesquisas, parece plausível afirmar haver alguns aspectos universais característicos e típicos de uma “fala gay”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Barbuio, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Recife – PE - Brasil.

Doutor em Linguística (UFPB). Professor Adjunto Letras UAEADTec (UFRPE).

Suzana Ferreira Paulino, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Recife – PE - Brasil.

Doutora em Letras/Linguística pela UFPE. Professor Adjunto da UFRPE. Consultora Pedagógica INEP.

Publicado

10/09/2021

Como Citar

BARBUIO, E.; PAULINO, S. F. . Percepção de gênero por meio de características acústicas da fala e variabilidade do pitch. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 65, 2021. DOI: 10.1590/1981-5794-e13450. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/13450. Acesso em: 19 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos Originais