A co-extensividade e organização lexical no português brasileiro

uma introdução descritiva a partir de uma abordagem sistêmico-funcional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-e13654

Palavras-chave:

funcionalismo, léxico, co-extensividade, transformação da gramática, transformação do registro

Resumo

Tendo por finalidade identificar princípios de organização do léxico segundo a Abordagem sistêmico-funcional (HALLIDAY; MCINTOSH ; STREVENS, 1964; MARTIN, 1992; HALLIDAY, 2002; FIGUEREDO, 2011), subsidiada por metodologia da Linguística de Corpus, o presente artigo explica dois processos de transformação pelos quais o léxico se integra aos sistemas da língua, quando relacionado ao eixo paradigmático nos estratos gramatical e do registro por meio da co-extensividade. Tem-se aqui como motivação o fato de que as concepções acerca do léxico modular – modelado como preenchimento de estruturas gramaticais – ou léxico contíguo – modelado como a gramática delicada – necessitam de maior elaboração quanto aos processos internos relativos à dimensão do léxico, bem como às relações do léxico, para além da gramática, com o discurso e o contexto. Neste artigo, especificamente, investigam-se os processos de transformação da gramática e do registro, incluindo principalmente o desenvolvimento de protocolos para análise de processos internos do léxico, assim como a caracterização de como itens lexicais são demandados por um determinado registro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Santos Nunes Rodrigues, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte – MG – Brasil.

Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos/PosLin da Faculdade de Letras/FALE da Universidade Federal de Minas Gerais.

Giacomo Patrocinio Figueredo, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Mariana – MG – Brasil.

Professor Doutor do Instituto de Ciências Humanas e Sociais. Departamento de Letras da Universidade Federal de Ouro Preto.

Francieli Silvéria Oliveira, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte – MG – Brasil.

Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos/PosLin da Faculdade de Letras/FALE da Universidade Federal de Minas Gerais.

Publicado

23/02/2022

Como Citar

SANTOS NUNES RODRIGUES, J.; FIGUEREDO, G. P.; OLIVEIRA, F. S. A co-extensividade e organização lexical no português brasileiro: uma introdução descritiva a partir de uma abordagem sistêmico-funcional. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 66, 2022. DOI: 10.1590/1981-5794-e13654. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/13654. Acesso em: 3 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais