De ferida a cicatriz: a persistência do trabalho escravo no mundo dos agronegócios

Autores

  • Lucília Maria Souza Romão USP - Universidade de São Paulo/Ribeirão Preto - SP
  • Soraya Maria Romano Pacífico USP - Universidade de São Paulo/Ribeirão Preto - SP

Palavras-chave:

Interdiscurso, Sentido, Ideologia, Silenciamento, Discurso jornalístico, Trabalho escravo,

Resumo

Este artigo pretende investigar, à luz da Análise do Discurso de linha francesa, como o discurso jornalístico silencia e/ou faz retornar alguns sentidos sobre o trabalho escravo. Também nos interessa refletir acerca do papel da memória na interpretação dos sentidos dos textos, inscritos socialmente, a partir de regiões de poder definidas em uma conjuntura histórica dada. O corpus coletado para análise constitui-se de reportagens jornalísticas e cartuns materializados nas páginas da Folha de S.Paulo, de 2004, bem como recortes da obra literária Lavoura Arcaica, de Raduan Nassar.

Downloads

Edição

Seção

Artigos Originais