O tecnodiscurso de divulgação científica

relações retóricas e deslinearização em hiperligações de notícias digitais|

Autores

  • Eduardo Paré Glück Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada. Campus São Leopoldo. São Leopoldo - RS - Brasil. https://orcid.org/0000-0001-5032-9582
  • Êrica Ehlers Iracet Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada. Campus São Leopoldo. São Leopoldo - RS - Brasil. https://orcid.org/0000-0003-1392-8505
  • Maria Eduarda Giering Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada. Campus São Leopoldo. São Leopoldo - RS - Brasil. https://orcid.org/0000-0001-8098-4238

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-e14231

Palavras-chave:

discurso digital, tecnodiscursividade, hipertexto, hiperligações, deslinearização, relações retóricas, notícia digital de divulgação científica

Resumo

Este trabalho tem por objetivo analisar o comportamento retórico-discursivo de hiperligações constitutivas de notícias digitais de divulgação científica publicadas nas revistas on-line Galileu e Superinteressante, a partir de noções postuladas nos quadros da Análise do Discurso Digital (ADD), de M-A. Paveau, e da Rhetorical Structure Theory (RST), desenvolvida por W. Mann e S. Thompson. Para tanto, examinam-se as hiperligações segundo a categoria tecnodiscursiva da deslinearização (ADD), bem como a partir das relações retóricas (RST) que emergem entre o texto de origem e o de destino por meio da hiperligação. As análises evidenciam que o produtor textual opta por deslinearizar, por meio das hiperligações, os fios sintagmático, enunciativo e discursivo de seu texto, de uma forma marcadamente visual, para exercer efeitos retóricos no escrileitor, como, por exemplo: trazer credibilidade para a informação científica divulgada, aumentar a capacidade de compreensão da informação, detalhar a informação e, em última análise, induzir a leitura de outros textos veiculados na mesma revista. É importante, contudo, apontar o fato de que a concretização desses efeitos depende diretamente do escrileitor, que optará por acionar, ou não, o hiperlink por meio de um enunciado gestual: o clique.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Paré Glück, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada. Campus São Leopoldo. São Leopoldo - RS - Brasil.

Doutorando e Mestre em Linguística Aplicada pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). 

Êrica Ehlers Iracet, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada. Campus São Leopoldo. São Leopoldo - RS - Brasil.

Pesquisadora de pós-doutorado em Linguística Aplicada. Doutora em Linguística Aplicada.

Maria Eduarda Giering, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS). Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada. Campus São Leopoldo. São Leopoldo - RS - Brasil.

Pesquisadora e professora na UNISINOS. Doutora em Linguística Aplicada.

Publicado

24/02/2022

Como Citar

GLÜCK, E. P.; IRACET, Êrica E. .; GIERING, M. E. O tecnodiscurso de divulgação científica: relações retóricas e deslinearização em hiperligações de notícias digitais|. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 66, 2022. DOI: 10.1590/1981-5794-e14231. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/14231. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais