A palatalização das oclusivas alveolares: propriedades fixas e variáveis

Autores

  • Elisa Battisti UCS - Universidade de Caxias do Sul/Caxias do Sul - RS
  • Ben Hermans Meertens Institute/Amsterdã - Holanda

Palavras-chave:

Palatalização, Oclusivas alveolares, Vogais altas, Restrições não hierarquizadas,

Resumo

Assumindo que restrições não-hierarquizadas geram variação e que um mesmo traço pode ocorrer em vários níveis, a palatalização variável das oclusivas alveolares numa variedade de português brasileiro é analisada como um processo que se aplica para ligar C(Abertura) da vogal alta a uma posição consonantal mais alta, explicando a tendência nas línguas do mundo de as vogais altas se espraiarem para segmentos precedentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10/06/2009

Como Citar

BATTISTI, E.; HERMANS, B. A palatalização das oclusivas alveolares: propriedades fixas e variáveis. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 52, n. 2, 2009. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/1501. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais