A “lenda” é uma narrativa

análise da valoração em uma abordagem sociossemiótica de gênero

Autores

  • Celia M. Magalhaes Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Faculdade de Letras. Campus Pampulha. Belo Horizonte – MG – Brasil. https://orcid.org/0000-0002-8494-6084

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-e15161

Palavras-chave:

Sociossemiótica, Gênero, Narrativa, Análise da Valoração

Resumo

Este estudo objetiva identificar um texto reconhecido na cultura brasileira como “lenda”, publicado em um site de apoio didático a professores, enquanto gênero. A análise é informada por uma das abordagens sociossemióticas de gênero da Linguística Sistêmico-Funcional. Foram utilizados principalmente os aportes teóricos-metodológicos de Martin e Rose (2007, 2008) e Martin e White (2005) como base. Para identificar o gênero do texto analisado, o primeiro procedimento foi a segmentação da lenda em estágios1 e fases. O segundo procedimento foi a classificação de seus recursos valorativos, com base no Sistema da valoração. O terceiro procedimento foi a identificação de padrões de configurações de recursos valorativos de cada estágio do gênero. Os resultados mostram padrões de configuração de recursos valorativos no texto analisado compatíveis com os padrões definidos por Martin e Rose (2008) como característicos da narrativa, no âmbito da “família” das estórias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

21/11/2022

Como Citar

MAGALHAES, C. M. A “lenda” é uma narrativa: análise da valoração em uma abordagem sociossemiótica de gênero. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 66, 2022. DOI: 10.1590/1981-5794-e15161. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/15161. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais