O "acontecimento" e o discurso literário do século XX

Autores

  • Francisco Elias Simão Merçon

Palavras-chave:

Acontecimento, Fato, Lógica concessiva, Lógica implicativa, Semiótica literária

Resumo

Central na obra de Claude Zilberberg, o conceito de “acontecimento” tem um papel inegável nos estudos semióticos, uma vez que anima as discussões sobre a possibilidade de investigação num universo de sentido ainda pouco explorado (o da afetividade), especialmente se o compararmos com os estudos da narratividade de herança proppiana. Um ponto importante que a investigação sobre o acontecimento traz para os estudos semióticos é a possibilidade de traduzir as operações discursivas de determinados textos, em termos de regimes discursivos do fato ou do acontecimento, a partir do reconhecimento de duas lógicas operantes distintas, respectivamente a implicativa e a concessiva. Este artigo faz parte de uma investigação maior que procura depreender e descrever as operações discursivas de algumas obras representativas do discurso literário do século XX, nas quais o “acontecimento” parece exercer um papel significativo. A título de ilustração das refl exões desenvolvidas no presente texto, serão abordadas obras de autores como Jean-Paul Sartre, Franz Kafka, Dino Buzzati e Samuel Beckett.

Downloads

Publicado

02/12/2009

Edição

Seção

Artigos Originais