O sentido e a forma na estrutura do signo

Autores

  • Waldir Beividas

Palavras-chave:

Arbitrariedade, sentido (do conteúdo e da expressão), função semiótica, contínuo amorfo, forma do conteúdo, forma da expressão, conceptualização, referente

Resumo

Com o objetivo de ressaltar a economia que o princípio da arbitrariedade do signo, formulado por Saussure, pode conferir às teorias da linguagem na sua tentativa de superar concepções metafísicas — sempre presentes, implícita ou explicitamente, quando se aceita a presença do real como referente do signo — e de adquirir um estatuto científico no seu procedimento descritivo, o autor propõe, a título de hipótese, uma reinterpretação da noção de sentido em Hjelmslev, que a seu ver consegue pôr em evidência a posição formal do signo saussuriano em relação ao seu referente (intra-semiótico).

Downloads

Edição

Seção

Artigos Originais