O tecido sintático "Tecendo a manhã"

Autores

  • Mercedes Sanfelice Risso

Palavras-chave:

Construção sintática, coesão textual, elipse, recorrência léxica, seqüenciadores, coordenação, anáfora, cruzamento verbal, gradação,

Resumo

O artigo é uma análise do poema "Tecendo a Manhã", de João Cabral de Melo Neto, em que a organização sintática é tomada como principal fator verbal caracterizadorda construção da mensagem poética e dlrecionador de outros constituintes lingüísticos a ele assimilados. A tessitura sintática, apoiada em mecanismos variados de coesão e remontagem de estruturas, é vista como expressão forte do artesanato poético a revelar, plasticamente, um outro trabalho artesanal: o dos galos unidos na composição solidária e gradativa da manhã.

Downloads

Edição

Seção

Artigos Originais