A tradução como paradigma dos intercâmbios intralingüísticos

Rosemary Arrojo

Resumo


O objetivo principal deste trabalho é explorar alguns pontos em comum entre a reflexão desconstrutivista e a pragmática de Quine, Davidson e Rorty em relação à tradução enquanto modelo de todo e qualquer processo de significação. Entre esses pontos, destaco o questionamento da concepção de realidade herdada do platonismo que prescreve a busca de "verdades" independentes de qualquer perspectivismo e da história. Em oposição a essa impossibilidade, tanto a desconstrução como a pragmática, apesar de suas diferenças, localizam na relação com o outro a única possibilidade de se estabelecerem significados, sempre provisórios e datados, sempre atrelados à situação e às circunstâncias em que se produzem.


Palavras-chave


Tradução; desconstrução; pragmática;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1981-5794