Estruturas semânticas no léxico do futebol

Autores

  • Nildemir Ferreira de Carvalho

Palavras-chave:

Campo semântico, espacialidade, análise sêmica, eixo da função-posiçãomovimento, mecanismos lexicais coesivos,

Resumo

O estudo se propõe a esclarecer os mecanismos responsáveis pela organização semântica do léxico do futebol. Apóia-se na teoria semântica estruturalista (Greimas, Pottier). Gomo primeiro passo, delimita-se a área do trabalho e a escolha recai no domínio lexical definido pelo núcleo CAMPO-JOGO-TIME. Discutem-se, também, os conceitos próprios da linguagem futebolística (espaço- posição-função). O confronto dos dados leva a identificar e a descrever quatro processos lexicais coesivos. O mais significativo é o da espacialidade específica, não só por mobilizar a maioria das lexias, mas ainda por gerar sinestesias e conotações - o segundo processo lexical em importância.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads