Antigas ortografias portuguesas e paralexicografia no século XVIII

Autores

  • Maria Filomena Gonçalves

Palavras-chave:

Ortografia, lexicografia, léxico, paralexicografia, micro-estrutura, terminologia,

Resumo

Neste trabalho procura-se analisar dois vocabulários setecentistas (Feijó, 1734; Monte Carmelo, 1767) enquanto exercícios de paralexicografia ou de lexicografia não explícita. Com o objectivo de avaliar o contributo desses inventários para a história da lexicografia e da lexicologia, são destacadas duas vertentes: a estrutura interna dos inventários lexicais e as entradas lexicográficas resultantes da assimilação de dados culturais de diferentes procedências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

GONÇALVES, M. F. Antigas ortografias portuguesas e paralexicografia no século XVIII. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 40, 2001. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/3998. Acesso em: 4 mar. 2024.