Convergência e divergência morfológica nas línguas românicas e no inglês: os sufixos provenientes de -tio(nis)

Autores

  • Graça Rio- Torto

Palavras-chave:

Derivação, Morfologia, História da Língua, Línguas Românicas, Português, Inglês

Resumo

Neste estudo, analisa-se a estrutura morfológica das bases verbais e dos sufixos nominalizadores com origem em -TIO, -TIONIS do português, espanhol, francês, italiano e inglês, distinguindo as variantes disponíveis para a formação de novos nomes e as que têm uma configuração historicamente motivada. A análise tem em conta as dimensões histórico-etimológicas dos sufixos e dos nomes em que ocorrem e discute o contributo de diferentes abordagens teóricas para o funcionamento dos representantes atuais de -TIO, -TIONIS nessas línguas. As configurações que o sufixo latino -TIO, -TIONIS apresenta na língua inglesa e nas línguas românicas permitem-nos estabelecer uma delimitação tipológica singular entre (i) português, espanhol e italiano, por um lado, e (ii) francês e inglês, por outro. Essa diferença tipológica poderá contornar a assunção de que as línguas românicas se regem todas por um mesmo padrão no que toca à configuração dos seus sufixos e comprovar que os padrões do inglês não se aplicam necessariamente a outras línguas de circulação internacional como o espanhol ou o português.

Downloads

Edição

Seção

Artigos Originais