Contribuições para uma tipologia de antropônimos do português brasileiro

Autores

  • Eduardo Tadeu Roque Amaral

Palavras-chave:

Nomes próprios, Antropônimos, Onomástica

Resumo

Os nomes próprios constituem uma classe bastante heterogênea que inclui, entreoutros itens, os topônimos (nomes próprios de lugar) e os antropônimos (nomes própriosde pessoa). Entretanto, dentro da categoria destes últimos, ainda é possível observar váriasdiferenças na caracterização linguística dos seus membros. Pode-se verificar que, por exemplo,prenomes, sobrenomes, hipocorísticos e pseudônimos são utilizados para fazer referência aum indivíduo, mas possuem propriedades morfológicas e semântico-pragmáticas distintas.Considerando a necessidade de definir e classificar tais itens para os estudos linguísticosdos nomes próprios do português brasileiro, este artigo tem o objetivo de apresentar umaproposta tipológica de antropônimos. Após uma revisão de recentes trabalhos que discutemo tema (AMARAL, 2008; BAJO PÉREZ, 2002, 2008; FERNÁNDEZ LEBORANS, 1999; VANLANGENDONCK, 2007), apresenta-se uma proposta de classificação. Tal proposta, que recorretambém aos textos legais que dispõem sobre a atribuição de nomes próprios de pessoa eàs definições de obras lexicográficas contemporâneas, identifica dois principais grupos deantropônimos, definidos como ortônimos e alônimos, cada um com seus respectivos membrosinternos. O corpus de análise está constituído por ocorrências coletadas em textos publicadosna versão eletrônica do jornal Folha de São Paulo durante o ano de 2009.

Downloads

Edição

Seção

Artigos Originais