Saussure, o discurso e o real da língua: entre linguística e psicanálise

Autores

  • Bruno Focas Vieira Machado

Palavras-chave:

Sujeito, Inconsciente, Linguagem, Discurso, Significante

Resumo

A aproximação entre Freud e Saussure foi promovida a partir do encontro de Lacancom o texto freudiano na década de cinquenta pela via do Estruturalismo Linguístico. Lacan(2009) afirma que o “signo de percepção” é o que Freud pôde encontrar de mais próximo dosignificante de Saussure, em uma época em que o mesmo ainda não havia sido elaborado.Este artigo pretende estabelecer algumas aproximações entre as doutrinas lacanianas esaussurianas, tomando como centrais os conceitos de sujeito, discurso e real da língua,ainda que os mesmos não se encontrem claramente elaborados na obra de Saussure. Paraalmejar esse objetivo, utilizou-se bibliografia específica da interface linguagem e psicanálise,principalmente Michel Arrivé (2001), e referências de Pêcheux e Gadet (2004) em Análise doDiscurso. De forma semelhante, buscou-se cernir de que maneira o tema da linguagem seencontra na obra de Freud e a maneira como Lacan (2009) se apropriou do termo “significante”de Saussure. Como resultado foi possível concluir que os conceitos de “inconsciente” e “realda língua” já se encontram de forma embrionária na obra de Saussure, a despeito de suaênfase na língua como estrutura.

Downloads

Edição

Seção

Artigos Originais