A perífrase conjuncional "só que": invariância e variantes

Autores

  • Sanderléia Roberta Longhin-Thomazi

Palavras-chave:

Só que, coordenação, pressuposição pragmática, argumentação,

Resumo

O objetivo deste trabalho é descrever o comportamento lingüístico da perífrase só que em dados do português falado e escrito. Para tanto, contemplo duas perspectivas: a invariabilidade e a variabilidade de só que. A primeira se refere, entre outras coisas, ao sentido básico de cancelamento de pressuposição pragmática; e a segunda, ao fato de só que assumir, conforme as condições de uso, cinco acepções de sentido, que têm características lingüísticas distintas.

Downloads

Edição

Seção

Artigos Originais