O tratamento da polissemia e da homonímia nos Learner’s Dictionaries: subsídios da semântica cognitiva para a disposição das acepções

Autores

  • Ana Flávia Souto de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Félix Bugueño Miranda Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Maity Siqueira Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Lexicografia, Polissemia, Semântica cognitiva, Learner’s dictionaries, Ordenação das acepções, Solução polissêmica, Solução homonímica,

Resumo

No âmbito lexicográfico, diversas são as questões impostas pela consideração dos fenômenos da polissemia e da homonímia. Neste trabalho, abordamos dois problemas centrais: (i) a solução adotada para a estruturação dos verbetes (solução polissêmica ou solução homonímica) e (ii) os critérios empregados para a organização das acepções dentro dos verbetes. Para isso, apresentamos análises de itens lexicais presentes nos quatro principais learner’s dictionaries – CALD (2008), COBUILD (2006), LDCE (2009) e OALD (2005)1. Nelas constatamos que não há homogeneidade nas soluções empregadas, tanto entre as obras quanto dentro da mesma obra para o tratamento do mesmo fenômeno, e que o critério empregado pelos dicionários para a organização das acepções, a frequência, é problemático, tanto por questões anteriores a sua aplicação quanto por problemas exclusivos a esse critério. Dessa forma, buscamos na concepção de polissemia da Semântica Cognitiva um modelo de descrição que auxiliasse na disposição das acepções nos verbetes de learner’s dictionaries. Ao final, apresentamos nossa sugestão de verbete para o item lexical band. Concluímos com uma avaliação das questões que nosso modelo consegue tratar de forma mais efetiva e trazemos ainda problemas para os quais continuamos sem solução.

Biografia do Autor

Ana Flávia Souto de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutoranda em Estudos Linguísticos do Léxico: Lexicografia. Bolsista CAPES.

Félix Bugueño Miranda, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professor do Departamento de Línguas Modernas

Maity Siqueira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professora do Departamento de Linguística, Filologia e Teoria Literária

Downloads

Publicado

28/06/2013

Edição

Seção

Artigos Originais