(Inter)subjetivização de marcadores discursivos de base verbal: instâncias de gramaticalização

Autores

  • Cláudia Andrea Rost Snichelotto UFFS – Universidade Federal da Fronteira Sul. Chapecó – Santa Catarina – Brasil
  • Edair Maria Görski UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis – SC – Brasil

Palavras-chave:

Marcadores discursivos, Olha e vê, (Inter)subjetivização, Gramaticalização,

Resumo

Este artigo objetiva apresentar, numa perspectiva pancrônica, uma descrição da multifuncionalidade dos marcadores discursivos olha e vê em amostras de escrita e de fala catarinense. A análise é sustentada por uma abordagem funcionalista da gramaticalização, com ênfase na mudança semântico-pragmática e categorial dos itens, considerando a questão da (inter)subjetividade e (inter)subjetivização e sua relação com as funções da linguagem no processo de mudança. As ocorrências examinadas evidenciam que (i) das práticas comunicativas emergem polissemias pragmáticas, que sinalizam, em graus variáveis, o envolvimento do falante com o ouvinte, bem como um incremento de significados vinculados à atitude do falante a respeito do que é dito, além de tímida função dos itens no âmbito textual; (ii) os diferentes contextos de atuação discursiva de olha e são atestados a partir de frequências de uso que apontam tanto para situações de variação como para contextos de restrição de uso; (iii) há indícios de gramaticalização desses marcadores discursivos, estando olha num processo mais adiantado do que .

Downloads

Edição

Seção

Artigos Originais