Banco de dados VARSUL: a relevância de suas características e a abrangência de seus resultados

Autores

  • Gisela Collischonn UFRGS
  • Valéria de Oliveira Monaretto UFRGS

Palavras-chave:

VARSUL, Banco de Dados de Fala, Variação Fonológica,

Resumo

O Banco de Dados VARSUL (Variação Linguística Urbana do Sul do País) reúne dados de fala de localidades sócio e culturalmente significativas de três Estados do Sul do Brasil. Este artigo apresenta uma reflexão sobre a utilização dos dados de coletâneas de entrevistas levantadas segundo metodologia laboviana, tanto na área de variação linguística quanto em diversas outras áreas de pesquisas, especialmente no que diz respeito a pesquisas fonológicas. A importância e as vantagens obtidas por análises em corpora de língua falada espontânea são abordadas. Discutimos também a possibilidade que levantamentos feitos em moldes de entrevistas sociolinguísticas oferecem para a interface com outras áreas de pesquisa. Algumas características da constituição do Banco VARSUL são apresentadas, tais como a metodologia de obtenção de dados, critérios de seleção dos informantes, modelo de transcrição, facilidades de buscas, entre outras. Ao final, apresentamos um breve levantamento de pesquisas realizadas com esses dados e que tiveram, como objeto de análise, fenômenos fonético-fonológicos variáveis a fim de ilustrar a abrangência de fenômenos já estudados e de mostrar a possibilidade de generalização de resultados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gisela Collischonn, UFRGS

Professora Associada do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da UFRGS. Graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1987), mestrado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1993) e doutorado em Lingüística e Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1997).  Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Fonologia, atuando principalmente nos seguintes temas:silaba e acento, língua portuguesa, morfologia, variação fonológica.  É Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFRGS.

Downloads

Publicado

18/12/2012

Edição

Seção

Artigos Originais