A construção transitiva em PB: associando a gramática de construções à decomposição lexical

Autores

  • Larissa Ciríaco UFLA – Universidade Federal de Lavras. Departamento de Ciências Humanas. Lavras – MG – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-1405-6

Palavras-chave:

Construção transitiva, Gramática de construções, Decomposição lexical, Classes de verbos,

Resumo

Este artigo propõe mostrar como a teoria gramatical de construções (GOLDBERG, 1995, 2006) pode ser associada a uma metodologia semântico-lexical de análise de classes de verbos, a saber, a decomposição dos sentidos dos verbos em predicados semânticos primitivos. Em outras palavras, mostramos, principalmente, como a decomposição semântica de predicados pode ser uma ferramenta útil na descrição do significado de construções de estrutura argumental. Para exemplificar a proposta, fazemos uma análise da construção transitiva em português. Seis grandes classes de verbos do português brasileiro também são analisadas em suas respectivas elaborações da construção transitiva, tendo suas representações semânticas apresentadas. O objetivo é chegar ao significado da construção, que, como mostramos, não pode ser descrito em termos gerais, ou seja, não pode ser dado em função de um único significado esquemático, mas sim em função de uma rede de significados relacionados, que podem ser entendidos como extensões metafóricas a partir de um significado prototípico. Para completar a análise fornecemos uma representação da construção transitiva em seu significado prototípico.

Downloads

Publicado

20/05/2014

Edição

Seção

Artigos Originais