Discursividades masculinas

Autores

  • Edgley Freire Tavares UERN – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Faculdade de Letras e Artes – Mossoró – RN – Brasil. 59.610-210

Palavras-chave:

Análise do discurso, Sexualidade, Subjetividade masculina,

Resumo

Neste texto apresentamos resultados de nossa pesquisa de mestrado empreendida como uma análise do discurso da sexualidade masculina em duas revistas de circulação nacional: Universo Masculino e Men’s Health. Na perspectiva da AD francesa, orientada na interdisciplinaridade da Linguística com outras áreas de saber, analisamos algumas matérias publicadas pelas revistas em 2009 nas quais a temática da sexualidade foi recorrente. Em termos metodológicos, a análise do corpus constituído aqui de três matérias resultou num trabalho descritivo e interpretativo norteado pela seguinte questão: que mecanismos linguísticos e discursivos as revistas UM e MH operam em relação ao discurso da sexualidade masculina e que efeitos de sentido esses arranjos produzem? Ao final, a análise das materialidades discursivas possibilitou compreender que a discursividade das duas revistas reproduz relações de saber e poder constitutivas de uma reafirmação do ideal hegemônico masculino, caracterizando as duas revistas como escritas masculinas da subjetividade do homem na atualidade.

Downloads

Edição

Seção

Artigos Originais