Morfologia construcional: principais ideias, aplicação ao português e extensões necessárias

Autores

  • Carlos Alexandre Victorio Gonçalves UFRJ/Professor Associado III
  • Maria Lucia Leitão de Almeida UFRJ/Professor Associado IV

Palavras-chave:

Morfologia, Composição, Derivação, Linguística Cognitiva, Morfologia Construcional,

Resumo

Neste trabalho, apresentamos o modelo de Morfologia Construcional (Construction Morphology) desenvolvido por Booij (2005, 2007, 2010), condensando seus diferentes trabalhos. Com base nessa apresentação, mostramos as vantagens desse modelo na descrição de diversos fenômenos morfológicos do português. Como resultado, não somente propomos uma nova abordagem para a formação e a estruturação de palavras complexas, mas também sugerimos instrumentos teóricos adicionais, de modo a especificar, com maior riqueza de detalhes, o polo semântico das construções morfológicas. Focalizamos, no trabalho, sobretudo, (a) as chamadas formas combinatórias (GONÇALVES, 2011), a exemplo de -nejo e caipi-, que criam padrões lexicais semelhantes aos de afixos, (b) o salto de etapas na formação de palavras (SANDMANN, 1994), observável, por exemplo, em construções como “desratizar” e “churrascabilidade”, com concatenação simultânea de dois afixos, e (c) os padrões derivacionais gerais (BASILIO, 1980), por meio dos quais duas construções morfológicas interagem, por se pressuporem mutuamente, como X-ista e X-ismo, em dados do tipo “marxismo”/“marxista” e “budismo”/“budista”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alexandre Victorio Gonçalves, UFRJ/Professor Associado III

Professor Associado III da Faculdade de Letras da UFRJ, com pós-doutoramento, subvencionado pelo CNPq, em interface morfologia-fonologia (UNICAMP). Autor dos livros "Iniciação aos estudos morfológicos: flexão e Derivação em português" (Ed. Contexto, 2011), "Introdução à Morfologia Não-linear" (Ed. Publit, 2009) e "Otimalidade em foco: morfologia e fonologia do português" (Ed. Publit, 2009). Bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq desde 2000. Coordenador do NEMP (Núcleo de Estudos Morfossemânticos do Português).

Maria Lucia Leitão de Almeida, UFRJ/Professor Associado IV

Professora Associada do Departamento de Letras Vernáculas da Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Coordenadora, ao lado de Carlos Alexandre Victorio Gonçalves, do Núcleo de Estudos Morfossemânticos do Português (NEMP). Doutora em Linguística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Áreas de interesse: Linguística Cognitiva, Semântica, Morfologia, Léxico.

Downloads

Publicado

14/03/2014

Como Citar

GONÇALVES, C. A. V.; ALMEIDA, M. L. L. de. Morfologia construcional: principais ideias, aplicação ao português e extensões necessárias. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 58, n. 1, 2014. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/5771. Acesso em: 23 jun. 2021.

Edição

Seção

Artigos Originais