Desenvolvimento fonológico em crianças dos 3 anos e 6 meses aos 4 anos e 6 meses de idade nascidas com muito baixo peso

Autores

  • Patrícia Machado Nogueira UALG – Universidade do Algarve. Escola Superior de Saúde. Instituto de Ciências da Saúde. Faro – Portugal
  • Maria João Freitas UL- Universidade de Lisboa. Faculdade de Letras. Centro de Linguística. Lisboa – Portugal

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-1409-7

Palavras-chave:

Crianças de muito baixo peso, Desenvolvimento fonológico, Palavra, Sílaba, Constituintes silábicos, Acento de palavra,

Resumo

O presente trabalho tem o objectivo central de avaliar o desenvolvimento fonológico de crianças nascidas com muito baixo peso, contribuindo com evidência empírica para a reflexão sobre o papel das variáveis fonológicas na avaliação do desenvolvimento linguístico infantil. Foi implementado um estudo com 30 crianças na faixa etária dos 3 anos e 6 meses aos 4 anos e 6 meses, sendo que 15 pertenciam à população de crianças nascidas com muito baixo peso e as restantes à de crianças nascidas com peso adequado, emparelhadas por género e idade. Observou-se o desempenho segmental das crianças nos dois grupos em estudo, avaliando-se a relação entre a produção das consoantes do inventário segmental do Português Europeu e a sua distribuição em função das variáveis fonológicas posição na palavra, posição na sílaba e acento de palavra. O objectivo central foi o de testar a eficácia das variáveis fonológicas acima referidas na identificação de diferenças de desenvolvimento fonológico entre os dois grupos de crianças. Através do teste de Qui- Quadrado e da comparação frequencial, verificou-se que as crianças nascidas com muito baixo peso apresentavam um desempenho verbal inferior ao das crianças com peso adequado, no que diz respeito às variáveis fonológicas testadas.

Biografia do Autor

Patrícia Machado Nogueira, UALG – Universidade do Algarve. Escola Superior de Saúde. Instituto de Ciências da Saúde. Faro – Portugal

Terapeuta da Fala na Escola Superior de Saúde da Universidade do Algarve e Centro EPAP

Maria João Freitas, UL- Universidade de Lisboa. Faculdade de Letras. Centro de Linguística. Lisboa – Portugal

Professor Associada no Departamento de Linguística Geral e Românica da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

Downloads

Publicado

02/09/2014

Edição

Seção

Artigos Originais