Globalização financeira e a dívida pública brasileira: o endividamento nas décadas de 1970 e 1990

Vinícius Azevedo Bastos, Cláudia Alessandra Tessari, Fábio Alexandre dos Santos

Resumo


Este trabalho busca, através de revisão de literatura, relacionar o processo de mundialização das finanças e os dois momentos de maior endividamento público brasileiro, ocorridos nas décadas de 1970 e 1990. Encontrou-se relação dos eurodólares e petrodólares com o endividamento da década de 1970, que foi majoritariamente externo. Em relação à década de 1990, os juros elevados para atrair os capitais internacionais foram os responsáveis pelo processo de endividamento, sendo este em grande parte interno. É possível afirmar que ambos endividamentos estão estreitamente relacionados com as mudanças na economia internacional e que o primeiro endividamento acabou por viabilizar o segundo. As dificuldades resultantes do endividamento dos anos 70 foram, progressivamente, colocando o Brasil em posição submissa no quadro internacional em relação às suas políticas econômicas forçando-o a aceitar uma abertura sem precedentes, cujo custo foi o segundo endividamento.

Palavras-chave


Finanças internacionais; Dívida pública; Capital financeiro; Neoliberalismo; Eurodólares;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 2358-5951