A performance do narrador em Clarice Lispector e em Hilda Hilst: o narrar que (se) frustra

Nilze Mariade Azeredo Reguera

Resumo


Busca-se analisar em que medida os narradores de “Antes da ponte Rio-Niterói”, de Clarice Lispector, e de “Osmo”, de Hilda Hilst, empreendem, cada qual a seu modo, um narrar dramatizado, dado por meio da utilização de recursos como: fait divers, uma aparente apresentação “didática” dos fatos, uma reiterada preocupação com a recepção dos textos, ironia, auto-referencialidade.

Palavras-chave


Lispector; Hilst; Narrador; Performance; Lispector; Hilst; Narrator; Performance

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1981-7886
ISSN: 0101-3505