Fazes-me falta: um estudo do romance contemporâneo português

Sandra Beatriz Reckziegel

Resumo


O romance Fazes-me falta, da autora portuguesa Inês Pedrosa, trabalha vários temas, abrindo espaço para uma análise interdisciplinar. No entanto, em se tratando de uma obra publicada em 2002, o objetivo nesse artigo é o de abordar o romance português contemporâneo a partir da constituição do pós-modernismo. Serão abordados os aspectos gerais do romance português pós-modernista, a partir de autores como Ana Paula Arnaut (2002), Miguel Real (2001), Álvaro Cardoso Gomes (1993) e Cremilda de Araújo Medina (1983), que buscam configurar a estética pós-modernista a partir de algumas obras de escritores do século XX, como: Agustina Bessa-Luís, José Saramago, Teolinda Gersão, Lídia Jorge, Pedro Támen e Vergílio Ferreira. Portanto, estabelecidas as definições do romance português contemporâneo, observar dentro da obra se estas estão presentes ou ausentes no romance de Pedrosa, no intuito de defini-lo como tal.


Palavras-chave


Pós-modernismo; Romance português; Fazes-me Falta;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1981-7886
ISSN: 0101-3505