A viagem de Nerval ao mundo dos mortos

Maria Cecília de Moraes Pinto

Resumo


O conjunto da obra de Gerard de Nerval, ao longo do tempo, constrói uma teia que vai dar nesse texto enigmático que é Aurélia, no qual o narrador nos conta, de forma truncada, a longa viagem para o mundo dos mortos, em etapas entremeadas por retornos ao que se convencionou chamar o real.


Palavras-chave: Nerval. Aurélia. Sonho. Tempo. Espaço. Duplo.

Palavras-chave


Nerval; Aurélia; Sonho; Tempo; Espaço; Duplo; Nerval; Aurélia; Dream; Time; Space; The double.

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 2526-2955