As raízes do liberalismo: liberdade e propriedade no pensamento político do século XVII

Javier Amadeo

Resumo


Uma das questões centrais para entender as origens do liberalismo está relacionada com as mudanças ocorridas nos modos de apropriação e de exploração da propriedade, no século XVII. Do ponto de vista da história do pensamento político, a chave analítica consiste em entender como tais mudanças se expressavam na consciência política. À época, importantes autores basearam suas explicações sobre a crise política, de meados do século XVII, nas mudanças das relações de propriedade. A questão da propriedade destacou-se como um aspecto fundamental do próprio conceito de liberdade. Diante do exposto, o artigo busca apreender as origens do liberalismo, interpretando as relações existentes entre liberdade e autoridade; e o diálogo entre essas relações e as transformações nas formas de propriedade.

Palavras-chave


Liberalismo; Pensamento político moderno; Teoria política;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459