Estado e desenvolvimento no pensamento de Octavio Ianni

Jeanne Gomes de Brito

Resumo


O presente artigo analisa os estudos do sociólogo Octavio Ianni acerca da concepção do desenvolvimento brasileiro, da década de 1930 até os anos de 1960. Para isso, destaca o processo de transição do capital agrário-exportador para o capital urbano-industrial, considerando as mudanças e permanências resultantes. Nesse sentido, o artigo contempla o modo como o Estado Patriarcal se transformou em Estado Burguês, sugerindo que a natureza desse Estado, que se metamorfoseou, compreendeu a dinamização da industrialização do país, após 1930. Também são analisados no texto os motivos políticos, econômicos e ideológicos que culminaram no colapso do populismo e na conflagração de Estado de 1964.

Palavras-chave


Octavio Ianni; Pensamento político; Estado; Sociedade civil; Populismo; Industrialização; Desenvolvimento;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459