As elites cindidas: o Brasil entre dois marcos da revolução burguesa

Aspásia Brasileiro Alcântara de Camargo

Resumo


Com o objetivo de analisar a história do Brasil a partir de uma perspectiva que combine as dimensões micro e macro – os rumos e as contradições do processo histórico e as biografias investigadas – adota-se o enfoque nas trajetórias de vida de expressivos atores sociais da elite brasileira por meio da análise de arquivos e entrevistas do período entre 1930 e 1974. Propondo a compreensão não apenas da “elite brasileira”, mas dos atores que a compõem, segmentase a exposição com destaque a três vínculos relevantes nos processos estudados, entre: 1) o ator e o sistema social; 2) o ator e o sistema político; e 3) o ator e o processo histórico. Com atenção às particularidades de cada período, conclui-se que a história brasileira é marcada pela dificuldade de autogestão da sociedade civil, o que potencializa a atuação dos grupos da elite, caracterizada, por sua vez, por inúmeros conflitos e divisões internas, que revelam uma trajetória pautada pela incidência de crises e turbulências, apaziguadas por consensos parciais.


Palavras-chave


Trajetórias de vida; Elites brasileiras; Ator social;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459