Classes sociais e família: nota para a pesquisa empírica

Elisabete Dória Bilac

Resumo


Nesta nota procura-se discutir, ainda que de forma provisória, alguns problemas teóricos implícitos nas pesquisas empíricas sobre família. O ponto de partida é a relação teórica entre classes sociais e família. Discute-se a ausência de referência empírica imediata do conceito de classe social e também as determinações da família enquanto estrutura de reprodução de agentes sociais. Sugere-se que esta reprodução social que ocorre através da famlia envolveria também elementos econômicos e ideológicos de forma mais próxima à estrutura ocupacional da força de trabalho. O exame das razoes teóricas e metodológicas bem como dos estudos empíricos levam à conclusão que aparentemente é pouco produtivo explicar as situações familiares apreendidas nas pesquisas empíricas apenas pela sua remissão direta à estrutura de classes.

Palavras-chave


Classes sociais; família; reprodução da força de trabalho; estrutura ocupacional da força de trabalho

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459