O mito de édipo - uma análise antropológica

Silvia M. S. Carvalho

Resumo


O artigo aborda o mito de Édipo procurando inicialmente desvendar o código calêndrico — astronômico do mito. Uma segunda leitura realça o tipo psicológico de Édipo no retrato que dele faz Sófocles, retrato que parece corresponder ao espirito da nascente filosófica grega. Finalmente, retomando análises de Luc de Heusch, R. Cohen e Yamagushi, procura desvendar um código político, tentando acompanhar as transformações da organização política dentro do contexto histórico do surgimento da polis, seguindo a mesma linha de investigação de Jean-Pierre Vernant.

Palavras-chave


Mitologia; mitologia grega; análise estrutural e histórico-cultural; mito e calendário; mito e pensamento filosófico; mito e ideologia política

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459