As policy sciences como "ciência": método e reificação

Christina W. Andrews

Resumo


Este artigo discute aspectos metodológicos das policy scienses, tal qual apresentados no livro The policy sciences: recent development is scope and method, editado por Harold Lasswell e David Lerner em 1951. Adotando a teoria social de Jürgen Habermas como referência teórica, o positivismo metodológico delineado por H. Lasswell e K. Arrow é confrontado com uma metodologia interpretativa mais esquilibrada, proposta por Paul Lazarsfeld e Allen Barton. O artigo conclui que, partindo das duas possibilidades metodológicas abertas pela constituição das policy sciences como um campo de estudo, foi a abordagem positivista que determinou o caráter dominante deste ramo do conhecimento nos anos seguintes.

Palavras-chave


Política pública; Metodologia; Teoria social

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459