Reflexões sobre “pensamento tradicional” e “pensamento selvagem”

Silvia M. S. Carvalho

Resumo


Este artigo encaminha a análise do pensamento tradicional, ressaltando a importância dos estudos das representações nas práticas tradicionais, particularmente no setor da medicina popular. Aponta as possibilidades que estes estudos oferecem, não só no sentido da recuperação de conhecimentos, como de uma retomada das discussões teóricas sobre “pensamento selvagem” e “pensamento domesticado”.

Palavras-chave


Práticas tradicionais; Religião; Medicina popular; Lógica; “Pensamento tradicional”; “Pensamento selvagem”; “Pensamento domesticado”; Traditional procedures; Religion; folk medicine; Logic; “Traditional thought”; “Savage thought”;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459