Retórica, argumentação e análise dialógica do discurso

Autores

  • Maria Helena Cruz Pistori Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo - SP - Brasil

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-1909-2

Palavras-chave:

Retórica, Argumentação, Bakhtin e o Círculo, Aristóteles, Platão,

Resumo

Este texto propõe um diálogo entre a antiga retórica e análise dialógica do discurso, baseada na obra de Mikhail Bakhtin e o Círculo. Busca observar como os ensinamentos retóricos ecoam no pensamento bakhtiniano, buscando convergências e divergências entre ambos. Primeiramente, o diálogo proposto é com a retórica aristotélica, a seguir com as críticas de Platão a seu uso e funcionamento. Nosso objetivo é compreender as relações e possibilidades dialógicas entre a retórica e a obra do Círculo, defendendo a produtividade da aliança entre esses dois aportes teóricos na compreensão e produção do discurso e da argumentação. Considerando que são várias as concordâncias, mas também as críticas em relação à retórica encontradas naquela obra, é importante compreendê-las para que a aliança teórica se dê em bases epistemológicas confiáveis e seja produtiva.

Biografia do Autor

Maria Helena Cruz Pistori, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo - SP - Brasil

Doutorado em Letras, no Departamento de Letras Clássicas da USP (2008), realiza pós-doutorado na PUCSP, LAEL, sob a supervisão de Beth Brait.

Publicado

16/09/2019

Edição

Seção

Artigos Originais