Subsídios para um dicionário de topônimos

o registro da motivação na construção dos verbetes

Autores

  • Marilze Tavares Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Faculdade de Comunicação, Artes e Letras. Dourados – MS – Brasil.
  • Aparecida Negri Isquerdo Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Faculdade de Artes, Letras e Comunicação. Campo Grande – MS – Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-e15571

Palavras-chave:

Toponímia, lexicografia, taxionomia, causas denominativas, acidentes humanos

Resumo

Este estudo tem como objetivo fornecer contribuições para o tratamento lexicográfico de topônimos, com foco na produção de um dicionário de topônimos de Mato Grosso do Sul. Fundamenta-se, para tanto, em pressupostos teórico-metodológicos da Toponímia – Dick (1990a, 1990b, 1995, 2001, 2004), Dauzat (1947), Backheuser (1952) – e da Lexicografia – Biderman (1984), Krieger (2006), Porto Dapena (2002), Haensch e Omeñaca (2004). O corpus, constituído por 85 nomes de distritos subordinados aos 79 municípios do estado, foi extraído do Sistema de Dados do Projeto ATEMS. Entendendo-se que um dicionário de topônimos pode abrigar informações linguísticas e enciclopédicas para atender a um público diversificado, elegeu-se como foco principal deste artigo a discussão de itens que devem compor os verbetes dessa categoria de dicionário, particularmente os relativos a topônimos de acidentes humanos: a taxionomia (DICK, 1990b) e as causas denominativas (DICK, 1990a, 1990b). Entre os resultados, destaca-se que, no corpus examinado, em relação à taxionomia, sobressaem as de natureza antropocultural – especialmente as ligadas à religiosidade e à homenagem a pessoas; enquanto, em se tratando de causas denominativas, observa-se uma tendência significativa de translação toponímica (DICK, 2001), considerando-se que muitos dos topônimos dos distritos são também nomes de outros acidentes geográficos físicos ou humanos do mesmo município.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aparecida Negri Isquerdo, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Faculdade de Artes, Letras e Comunicação. Campo Grande – MS – Brasil.

Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa pela UNESP/Araraquara (1996), professora aposentada pela UFMS, com contrato de Professor Visitante pela UFMS com apoio da CAPES, professora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil.

Publicado

07/11/2022

Como Citar

TAVARES, M.; ISQUERDO, A. N. Subsídios para um dicionário de topônimos: o registro da motivação na construção dos verbetes. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 66, 2022. DOI: 10.1590/1981-5794-e15571. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/15571. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais