Aula de português como encontro entre a outra palavra e a palavra outra

um estudo sobre relações ecológicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-e17298

Palavras-chave:

aula de português, ecologia, encontro, leitura, produção textual escrita

Resumo

Este artigo tem como tema o acontecimento aula de Português tomada como encontro (Ponzio, 2010a), no que diz respeito à formação dos alunos como leitores e produtores de textos-enunciados. O objetivo foi depreender possíveis implicações no acontecimento aula de Português entre: a) configuração organizacional das ações administrativas no âmbito da instituição escolar; b) configuração dos eventos e das práticas de letramento no âmbito das turmas campo de estudo; e c) práticas de letramento dos alunos participantes. O aporte teórico inclui o ideário vigotskiano, o Círculo de Bakhtin e os estudos do Letramento. A partir dos dados gerados, infere-se haver duas culturas escolares no campo de estudo, em relações ecológicas, as quais são nomeadas como cultura da (in)quietude na Escola 1 e cultura da (re) afirmação na Escola 2. Com base nos resultados, defende-se a tese de que o acontecimento aula de Português como encontro implica relações ecológicas no âmbito das duas culturas escolares coexistentes nessas mesmas relações: a (in)quietude e a (re)afirmação, reiteradas/ retroalimentadas, respectivamente, nas/pelas três dimensões da arquitetônica tripartite de cada cultura, referendadas ambas pelo outro nos encontros – ou na ausência de tais encontros – dos sujeitos imersos na ecologia maior em estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josa Coelho da Silva Irigoite, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Florianópolis — SC — Brasil.

Departamento de Pedagogia, área de linguagem

Publicado

17/05/2024

Como Citar

IRIGOITE, J. C. da S. Aula de português como encontro entre a outra palavra e a palavra outra: um estudo sobre relações ecológicas. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 68, 2024. DOI: 10.1590/1981-5794-e17298. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/17298. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais