A retificação em textos infantis: um olhar dialógico

Autores

  • Mônica de Souza Serafim
  • Rose Maria Leite de Oliveira

Palavras-chave:

Língua escrita, Retifi cação textual, Reescrita, Narrativas infantis

Resumo

Este trabalho tem por objetivo investigar as marcas de retifi cação utilizadas por crianças de 1ª e 2ª séries durante o processo de produção textual. Para tanto, baseamo-nos na Psicolinguística, ao apresentarmos e questionarmos os modelos de revisão de base cognitiva para o processamento da escrita de Bartlett (1982), Scardamalia e Bereiter (1987), Hayes et al. (1987) e White e Arndt (1995) e ao evidenciarmos a importância dessas marcas na fase de aquisição da língua escrita pela criança; nas contribuições do dialogismo bakhtiniano, ao considerarmos o valor interativo e dialógico das retifi cações nos textos infantis; e nos estudos de Ginzburg (1989), ao analisarmos essas marcas nos textos como singulares. A partir de uma tipologia de operações linguísticas propostas por Fabre (1986), realizamos um estudo qualitativo das marcas retifi cativas detectadas nos textos das crianças. Os resultados demonstraram que as marcas deixadas pelas crianças no momento da escrita são reveladoras da intensa atividade interativa e dialógica de aquisição da linguagem, representando o outro como componente essencial na construção da signifi cação. Os resultados levam-nos à conclusão de que tomar a retifi cação textual enquanto fenômeno interativo e dialógico é mostrar à escola a existência de sujeitos que interagem através dos diversos usos da língua.

Downloads

Publicado

21/12/2010

Edição

Seção

Artigos Originais