A exclusão da didática silábica na alfabetização: um equívoco da aplicação da psicogênese na língua escrita

Olympio Correa de Mendonça

Resumo


O artigo analisa o problema da exclusão da didática silábica na alfabetização por força de aplicações equivocadas da psicogênese da língua escrita de Emília Ferreiro, e mostra que a análise da palavra em sílabas e a síntese das sílabas em novas palavras é critério básico para o entendimento de que a palavra escrita representa a palavra falada, e que a silabação, contextualizada por um tema gerador, integra seu caráter mecanicista no processo e torna-se significativa.


Palavras-chave


Lingüística e alfabetização; psicogênese da escrita; didática pré-silábica; didática silábica;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1981-5794