Falara-se mais-que-perfeito: estudo presente do tempo pretérito

Autores

  • Carlos Alexandre V. Gonçalves

Palavras-chave:

Mais-que-perfeito, língua escrita e língua oral, fatores condicionadores, implementação, mudança,

Resumo

Busca-se analisar o pretérito mais-que-períeito do indicativo, observando os contextos estruturais condicionadores de seu emprego na língua escrita e na língua falada, a íim de verificar se a forma simples deste tempo verbal está ou não em vias de extinção no português do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

GONÇALVES, C. A. V. Falara-se mais-que-perfeito: estudo presente do tempo pretérito. ALFA: Revista de Linguística, São Paulo, v. 37, 2001. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/alfa/article/view/3940. Acesso em: 12 ago. 2022.