Falara-se mais-que-perfeito: estudo presente do tempo pretérito

Autores

  • Carlos Alexandre V. Gonçalves

Palavras-chave:

Mais-que-perfeito, língua escrita e língua oral, fatores condicionadores, implementação, mudança,

Resumo

Busca-se analisar o pretérito mais-que-períeito do indicativo, observando os contextos estruturais condicionadores de seu emprego na língua escrita e na língua falada, a íim de verificar se a forma simples deste tempo verbal está ou não em vias de extinção no português do Brasil.

Downloads