As unidades especializadas poliléxicas nominais (UEPNS) nos manuais de aviação

Autores

  • Ana Eliza Pereira Bocorny PUC-RS – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Faculdades de Letras e Ciências Aeronáuticas. Porto Alegre – RS – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-1409-6

Palavras-chave:

Linguística, Terminologia, UEPN, Tradução, ESP, Linguagem da aviação,

Resumo

O objetivo do presente trabalho é apresentar e caracterizar as unidades especializadas poliléxicas nominais (UEPNs), como parte de um trabalho maior que é a elaboração de um glossário para estudantes de um curso de inglês para aviação. Iniciamos o artigo abordando a questão da diversidade denominativa e conceitual associada às UEPNs. Como não há unanimidade na literatura sobre o assunto, procuramos esclarecer onde a diferença denominativa realmente corresponde a uma diferença conceitual. Em seguida, tratamos da caracterização formal das unidades, apresentando os elementos que podem constituí-las e as relações entre eles. Por fim, revisamos a literatura quanto a problemas e soluções relativos à interpretação das UEPNs, geralmente resultantes da grande compactação de informação em um número restrito de palavras, o que torna o entendimento dessas unidades ainda mais complexo quando se trata de um público não especializado. Para tanto, são abordados os trabalhos de autores como Downing, Sager, Lehrberger, Trimble e Shawcross. Encerramos retomando algumas questões que deverão ser levadas em conta quando da interpretação das UEPNs, apoiada em uma matriz de relações semânticas para a análise dessas unidades no âmbito da aviação.

Downloads

Publicado

02/09/2014

Edição

Seção

Artigos Originais