Professor da escola básica representado na escrita reflexiva acadêmica do aluno mestre

Autores

  • Wagner Rodrigues Silva UFT - Universidade Federal do Tocantins. Araguaína - TO - Brasil. 77 808-620
  • Elaine Espindola PUCV - Pontificia Universidad Catolica de Valparaiso. Instituto de Literatura y Ciencias del Lenguaje. Vina del Mar - Valparaiso - Chile. 2374631

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-1604-7

Palavras-chave:

Linguística Aplicada, Linguística Sistêmico-Funcional, Educação Linguística, Escrita acadêmica,

Resumo

Neste artigo, investigamos algumas representações de professores brasileiros da escola básica na escrita reflexiva profissional, aqui identificada como uma escrita acadêmica diferenciada, produzida por alunos-mestre como trabalho escrito final durante o estágio supervisionado obrigatório da Licenciatura Plena em Língua Portuguesa. São focalizadas nesta pesquisa as orações em que os professores da escola básica são construídos como sujeito gramatical da ação expressa. O referencial metodológico assumido nesta pesquisa é informado pela abordagem transdisciplinar da Linguística Aplicada, caracterizada pelo uso de categorias teórico-metodológicas originárias de diferentes campos do conhecimento científico em função da construção do objeto de investigação. Os professores da escola básica são representados como principais atores sociais responsáveis pelos processos identificados, o que pode demandar uma complexificação do ponto de vista do aluno-mestre sobre o espaço do estágio obrigatório. Os resultados apontam para uma demanda de usos mais produtivos da escrita reflexiva profissional na formação inicial do professor.

Biografia do Autor

Wagner Rodrigues Silva, UFT - Universidade Federal do Tocantins. Araguaína - TO - Brasil. 77 808-620

Possui graduação em Letras Licenciatura Plena em Língua Portuguesa e Inglesa pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2001), mestrado (2003), doutorado (2006) em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, e pós-doutorado em Linguística Aplicada pela The Hong Kong Polytechnic University - PolyU (2014). Durante o curso de graduação, foi bolsista de Iniciação Científica (CNPq/PIBIC) por três anos. Atualmente é professor Adjunto IV da Universidade Federal do Tocantins - UFT, sendo responsável por lecionar disciplinas de Estágio Supervisionado e Investigação da Prática Pedagógica, além de coordenar o Centro Interdisciplinar de Memória dos Estágios Supervisionados das Licenciaturas (CIMES). Foi Bolsista de Produtividade 2F (CNPq) entre os anos 2009 e 2012. Coordenou o Programa de Pós-Graduaçao em Letras: Ensino de Língua e Literatura (UFT/CAPES) entre os anos de 2009 e 2013. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Linguística Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de gramática, gêneros textuais, letramento, material didático, práticas de escrita, práticas de leitura e texto. Atualmente, é coordenador pró-tempore do Programa de Pós-Graduação em Letras: Ensino de Língua e Literatura.

Publicado

25/04/2016

Edição

Seção

Artigos Originais